sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

“Meu mundo caiu”

Esta canção, um sucesso na belíssima voz e interpretação da cantora e compositora Maysa, reflete e retrata bem o que é entrar na “fossa”. Não conseguir o que se deseja é triste! Depois não adianta chorar.
Nas principais provas ao redor do mundo, sempre morre um corredor, vítima da falta de cuidados básicos, como: exames periódicos acompanhados por especialistas do esporte, orientação específica para a competição supervisionados por profissionais qualificados, capacitados e com experiência comprovada.
Não é isso que as empresas exigem para contratar um excelente profissional?
No dia 18 de janeiro de 2009 (domingo), no bairro do Cambuci em São Paulo desabou o teto da Igreja Renascer em Cristo. O desastre deixou 9 mortos e mais de 100 feridos, até o momento.
Qual não foi a surpresa do CREA-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo) ao constatar que a empresa responsável pela reforma do templo e troca de telhas do teto não possuía registro no órgão.

Portanto, meu amigo corredor, não seja vítima da incompetência e despreparo de curiosos, aventureiros.

Busque ajuda. Crie novos desafios. Siga o seu caminho com entusiasmo, coragem e determinação.

Wanderlei de Oliveira
Foto crédito: Adriana Marmo

Um comentário:

Eduardo Acacio disse...

É o famoso " O BARATO SAI CARO" ... já passei por isso em meu próprio condominio, contratamos um "ENGENHEIRO" que fez um serviço de encruzilhada o pior foi o custo R$ 60 mil... bem devemos sempre estar atentos a esses aspectos para evitarmoso stress no futuro !!!

Abraços Amigo !!!