quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

“Aquele Abraço” para a crise.

Abelardo Barbosa (30/09/1917 a 30/07/1988), o popular Chacrinha foi o autor da célebre frase, “Na televisão, nada se cria, tudo se copia!”. Parece que o Brasil esta vivendo um “pessimismo coletivo” de tanto que se fala em crise. As pessoas estão se deixando influenciar. Qualquer motivo para desculpas - é a crise. Na programação neurolinguistica, a palavra crise, cortando-se o letra “s”, vira “crie”. Para o “Velho Guerreiro”, imortalizado na canção “Aquele Abraço” de 1969 de autoria do cantor e compositor Gilberto Gil, não tinha tempo ruim. Certa o ocasião, o bacalhau não saia do estoque das Casas da Banha, que patrocinava a TV Tupi, onde apresentava seu programa semanal a “Discoteca do Chacrinha”, sucesso nos anos 60. Ele gritava: “Vocês querem bacalhau?”. E a platéia, voava para ter um exemplar. Resultado, em poucos dias não tinha bacalhau no mercado. Como o próprio Chacrinha comentou na época: “Brasileiro adora ganhar um presentinho”. Então ta esperando o que meu irmão. Deixe de reclamar e vai à luta como na música do Gilberto Gil: “meu caminho pelo mundo eu mesmo traço”.

Quem sabe de mim sou eu.

Alô Rio de Janeiro. Aquele Abraço!

Todo o povo brasileiro. Aquele Abraço!...

Wanderlei de Oliveira

Um comentário:

Jorge disse...

É meu amigo Wanderlei o povo gosta muito de reclamar, mais fazer o que se o povão não tem união.
Boas lembranças que vc comentou aqui no seu blog sobre o Chacrinha que bons tempos e ainda bem que hj existe a tv a cabo senão teríamos que ficar aguentando o domingo do faustão...rsss...
Valeu camarada.

JORGE CERQUEIRA