quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Gordura aos 40 anos reduz expectativa de vida

ATLANTA, EUA (CNN) - Dois em cada três norte-americanos brigam com a silhueta e a maioria sabe que quilos a mais podem contribuir para males que põem a vida em risco, como derrame, diabetes e doença cardíaca. Mas exatamente quantos anos a gordura vai tirar de cada um?

Um novo estudo mostra pela primeira vez o quanto a expectativa de vida é reduzida para aqueles que estão acima do peso ou obesos aos 40 anos.

Para os fumantes, as perspectivas são ainda piores.

"Se você está acima do peso, basicamente vive três anos a menos... e se você é obeso, vive aproximadamente de seis a sete anos a menos", diz o Dr. Robert Eckel, da American Heart Association.

Há muito, os cientistas sabem que pessoas com excesso de peso têm menor expectativa de vida, mas poucos estudos de grande escala foram capazes de determinar quantos anos elas perdem.

O estudo feito por pesquisadores holandeses, e publicado na edição desta semana da revista Annals of Internal Medicine, avaliou dados de 3.457 adultos com idades entre 28 e 62 anos em Framingham, Massachusetts, entre 1948 e 1990.

Mas qual é a diferença entre estar acima do peso e ser obeso? Os médicos usam o índice de massa corporal (IMC) para medir a proporção entre peso e altura.

Uma pessoa com IMC de 25 ou mais é considerada acima do peso, e aquela com IMC de 30 ou mais é tida como obesa.

Fumantes na meia-idade são duplamente atingidos.

Fumantes obesos podem subtrair mais sete anos de sua expectativa de vida. Segundo os números do estudo, mulheres obesas e fumantes vão viver 14 anos a menos - e os homens 13 anos a menos - do que aquelas que não fumam e estão dentro do peso.

Cerca de dois terços dos adultos norte-americanos estão acima do peso ou são obesos, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças.

Estudos também mostraram que as pessoas estão engordando mais cedo.

O que fazer, então?

"A mensagem importante deste estudo é, vamos trabalhar na prevenção. Vamos trabalhar com os jovens para impedir este aumento na gordura corporal", disse o Dr. Eckel.

O médico recomenda perder cerca de meio quilo por semana até atingir o peso ideal, através do corte de 500 calorias por dia.

Segundo o especialista, esse é um objetivo realista e poderia resultar na perda de cinco a 10 por cento da gordura corporal.
Foi um sucesso a "Virada esportiva" que aconteceu nos dias 15 e 16 de novembro em São Paulo. O esporte, em especial a caminhada e a corrida, são excelentes no auxílio na perda de gordura e ganho de condicionamento físico. Mas, lembre-se, sempre acompanhado por nutricionistas, médicos do esporte e profissionais qualificados com vivência comprovada para que você tenha segurança e colha os frutos no futuro.

"Tudo começa com um primeiro passo"
Wanderlei de Oliveira

Um comentário:

Jorge disse...

Wanderlei parabéns otima matéria com certeza vai ajudar muitas pessoas, continue assim nos alimentando e quadno puder me faça uma visita no meu blog abaixo.

Bom feriado e boas passadas,

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com